Colocar flores numa jarra pode parecer uma tarefa fácil, mas a verdade é que pode revelar-se mais difícil do que esperado, assim como eleger também a jarra adequada. Revelamos-lhe tudo o que deve saber sobre jarras decorativas para que possa tirar o maior partido dos seus arranjos florais.

jarron-ceramica-blanco-ramo-flores

A importância do lugar

Antes de escolher o tamanho da jarra, pense em que espaço irá colocá-la e em que móvel. Evite colocar uma jarra grande num espaço pequeno, uma vez que a divisão ficará reduzida, e escolha um móvel grande para pô-la. Tente que exista equilíbrio.

Dica: coloque os ramos com parte traseira contra a parede, deixando sobressair a parte da frente. O hall parece-lhe um bom local? Se o ramo estiver completamente equilibrado, aproveite para colocá-lo na mesa de centro da sua sala, podendo desfrutá-lo de qualquer ângulo.

Pequena, média ou grande?

Escolher o tamanho da jarra perfeita tem um truque e chama-se “regra dos terços”. Mentalmente, divida o ramo em três partes. A parte de baixo deve ficar dentro da jarra e as duas partes de cima ficam de fora. And that’s it, mistério resolvido.

Como eleger a jarra perfeita

Sabia que existe uma jarra para cada tipo de ramo? O segredo está no tipo de arranjo floral. Tome nota.

jarron-bud-ramo-flores

Jarras bud: Ideais para ramos tipo “bouquet” que têm muitas folhas ou uma grande variedade de flores. O ramo cai de forma natural para os lados, tornando-se perfeita para talos de diferentes alturas.

jarron-estrecho-ramas-flores

Altos e estreitos: São jarras delicadas e elegantes que ficam na perfeição com flores e ramos largos. O truque está em colocar a quantidade ideal: quanto menos carregada estiver, melhor será o resultado. Experimente por entre 1 a 3 ramos de eucalipto gunnii ou ramos de algodão e verá como ficará bonito.

Jarras baixas: A aposta ideal para arranjos florais de talos pequenos. As jarras baixas são utilizadas quer paras ramos individuais como para ramos mais abundantes. As rosas e as peónias ficam perfeitas neste tipo de jarras mais baixas.

Jarras redondas: São as jarras mais clássicas que se caracterizam pela sua forma arredondada e por ter muito pouco pescoço. São perfeitas para manter todas as flores organizadas e criar um ambiente romântico. Se tem em mãos um ramo de talos finos e flores grandes, ou um arranjo floral com vários tipos de flores, esta é sem dúvida a sua jarra.

Jarras em forma de sino: Têm forma de sino invertido com a abertura mais larga que a base. Uma forma de colocar as flores, é deixar espaço suficiente para que os talos fiquem expandidos o suficiente. Ideal para dar um toque descontraído a qualquer divisão.

jarron-cristal-decoracion-flores

Vidro ou cerâmica?

Depende do protagonismo que queiramos dar à flor. Nós recomendamos-lhe que escolha uma jarra de cerâmica para flores ou ramos que sejam simples ou de cores discretas. Mas, e se tiver um ramo com muita variedade de flores e repleto de cor? Neste caso, opte por uma jarra de vidro.

Dica: Em divisões pequenas, onde queremos enaltecer o espaço a nível visual, deve-se apostar em jarras transparentes de vidro, já que ajudam a criar ambientes desafogados.

Agora que já sabe qual a jarra certa para cada tipo de arranjo, chegou a hora de colocar em prática. Diga-nos, qual foi para si a jarra vencedora e que tal o resultado?

8 de Março de 2021 às 14:41
Cor