Alguma vez pensou como ficaram mais bonitos os centros das cidades se fossem mais cuidados? Jordi Planagumà além de pensá-lo, pos mãos à obra e, partindo dessa ideia, nasceu Fem Nucli, um projeto que pretende recuperar o centro das cidades através da reabilitação dos seus edifícios. A Kave Home desempenhou o seu papel, contribuindo para este projeto incrível, decorando os interiores destes edifícios de uma forma que respeita a sua história e criando vivências únicas e sustentáveis.

OLOT08223.jpg

Falámos com o seu fundador para nos contar tudo sobre o projeto e a colaboração, que teve como ponto de partida a cidade de Olot (Gerona):

1. Como surgiu Fem Nucli e a ideia de começar a recuperar o centro das cidades?

Surgiu informalmente através de conversas com amigos que veem como o centro da sua cidade se tem vindo a degradar e, embora muitos opinem sobre isso e dêem ideias, ninguém faz nada. Sem pessoas que vivam nestes bairros os centros citadinos não têm vida, não há comércio ou atividade. Faz falta passar à ação e reabilitar milhares de edifícios nos centros urbanos. Nós, de forma modesta, pretendemos demonstrar que é possível fazê-lo e bem feito.

2. Qual é o método que segue a Fem Nucli?

Compramos, alugamos ou acordamos a concessão de edifícios em desuso nos centros das cidades. Depois, reabilitamos os edifícios respeitando a sua história e criando casas únicas e sustentáveis, com espaços e recursos partilhados. Por fim, alugamo-las a pessoas que queiram estar bem servidas, que valorizem um ambiente próximo e simpático, que partilham o seu compromisso com o meio ambiente e espaço envolvente. Resumidamente, procuramos uma tripla sustentabilidade: financeira, ambiental e social.

OLOT07978.jpg

3. À parte desta componente social de querer recuperar os centros das cidades, também garantiram que as casas fossem sustentáveis. Como é que o fizeram?

Apostamos na tecnologia para que os edifícios consumam muito pouca energia e para que a maior parte desta se gere no mesmo edifício através de painéis solares. No edifício reabilitado de Olot passámos de um certificado energético G (o pior) para a classificação máxima, a A. A parte mais apelativa é de que é o primeiro edifício residencial em Espanha com uma fachada toda revestida de painéis solares, mas existem muitas outras intervenções: isolamento no interior de todas as paredes, restauração a nível de carpintaria no que toca a madeiras, instalação de vidros duplos, um equipamento para recuperação de águas da chuva, etc.

4. Porque pensaram na Kave Home para colaborar com a Fem Nucli?

O nosso objetivo é que a Fem Nucli não seja apenas uma empresa, mas sim um polo de dinamização de outras empresas, organizações e pessoas com valores partilhados, que acreditem na recuperação dos centros das cidades tornando-os sustentáveis e saudáveis. Além disso, partilhamos com a Kave Home a missão de revolucionar um setor tradicional e fazê-lo de forma sustentável e responsável. Adoramos a frase “na Kave Home fazemos as coisas acontecer”. Connosco também é assim!

OLOT08048.jpg

5. Como são os interiores das vossas casas e qual o estilo que escolheram?

A base dos nossos interiores passam pelo respeito dos materiais e texturas já existentes. Do nosso primeiro projeto foram recuperadas as paredes de pedra vulcânica original, portas de madeira centenárias e vigas existentes, bem como os mosaicos hidráulicos da maior parte do edifício. A partir daqui fomos aconselhados pela vossa equipa de designers de interiores e decoradores e debatemos com eles a proposta. Estamos fascinados com o resultado.

6. O que pretendem que os vossos apartamentos transmitam aos futuros inquilinos que aí vivam?

Queremos que transmitam uma nova forma de viver baseada no respeito pela história, pelos materiais e ambiente. Também queremos que transmitam os valores da partilha, do convívio com o resto dos vizinhos num mesmo edifício (neste primeiro projeto recuperámos o uso original da cave como lavandaria). E, por fim, queremos também transmitir a importância de manter uma vida simples, por exemplo, com um contrato de aluguer extremamente simples que inclui os abastecimentos (água, climatização e internet) para evitar dores de cabeça com altas, baixas e variações de faturação em função do clima.

OLOT08203.jpg

7. Olot foi o vosso primeiro projeto. Quais são os próximos?

Estamos na fase final do nosso primeiro projeto. Agora, falta-nos uma fase muito importante de análise de cada um dos passos dados até agora e identificar os pontos em que devemos melhorar. E, infelizmente, existe um infindável número de cidades que precisam de reabilitar os seus centros. Estamos certos de que faremos mais projetos em Olot e, paralelamente, vamos estudar projetos noutras cidades intermédias como Manresa, Lleida, Igualada, Tortosa, etc.

8. Onde se veem daqui a 5 anos?

Vemo-nos a ter contribuido na criação de uma dinâmica de investimento e reabilitação importante, em pelo menos umas doze cidades. Acreditamos que cada vez que iniciemos um projeto numa cidade e se veja que é possível reabilitar como nós o fazemos, mais pessoas seguirão o nosso caminho. Gostaríamos de ser o elemento impulsor da recuperação de centenas de centros urbanos.

OLOT07868.jpg

Na Kave Home temos um orgulho enorme em apoiar iniciativas como as de Fem Nucli que têm uma elevada componente social e ambiental. O nosso objetivo é continuar a fazê-lo para contribuir para bem-estar do planeta e das pessoas. Descubra outros projetos nos quais estamos a colaborar na secção Kave Cares.

23 de Abril de 2021 às 11:00
Cor